“Supostas” corrupções na gestão municipal de Várzea Paulista...

Então... se considerar as Licitações de "compras" na Educação Municipal de Várzea Paulista, os escândalos do Bolsa Família, do Cemitério Municipal, da Policia Federal recolhendo arquivos da Gestão Pública na investigação da Merenda Escolar, do Gaeco na Saúde, e agora as "supostas" provas de corrupção na gestão de Saúde com a co-gestora O.S. Vitale e outros, , certamente não é complicado entender que a raiz da corrupção está nas pessoas, no caráter,principalmente nas que estão e/ou detém o poder (público ou não). Gabriel Carvalho Mugnatto comentou em seu artigo "O grande impacto das pequenas corrupções", que "...a corrupção política em nosso país é gigantesca, muito grave e não é segredo para ninguém. Mas será que nós, cidadãos, temos alguma coisa a ver com isso?". Ora, o artigo também aborda que a prática de pequenas corrupções é parte de todas as corrupções. Hoje em dia, não se fala em outra coisa, senão em corrupção. Seja nas revistas, nos telejornais, nas redes sociais e nas conversas particulares, a palavra corrupção inevitavelmente atrai a atenção. Especula-se nos bastidores e opinião pública se o "imbróglio" da Saúde e O.S. Vitale é 'outro que vai acabar em pizza?' O que os vereadores tem a dizer a respeito, já que foram eleitos para fiscalizar o executivo e equipe de governo? Pelo sim pelo não, aliás, a opinião pública tem se perguntado o tempo todo: para servem os vereadores de Várzea Paulista? Oremos...