A PRAÇA DO C.E.U. EM VÁRZEA PAULISTA NÃO É UM CÉU

10/07/2018 07:47

  De acordo com fonte confiável, para que a Praça do CEU, Centro de Artes e Esportes Unificado, fosse implantada, a prefeitura teria que contratar somente funcionários concursados, cumprindo uma lei federal. Poderia ou pode até ter algum estagiário, mas o "comando" da praça deveria ser por um funcionário concursado, mas não é isso o que acontece aqui em Várzea Paulista. A Praça do CEU é comandada por um funcionário comissionado, de nome José Moreira. Tem também um tal de Jota e o Chileno que toma conta do espaço...

  Outro fato importante é que, aonde é o auditório da Praça do CEU, era para ser a sala de cinema, era, porque a tela não foi instalada, simplesmente porque a mesma já chegou há tempos mas não sabem onde está... sim, a tela desapareceu...

  Na biblioteca da praça do CEU, teria que ser concursado e bibliotecário, porém quem está tomando conta é uma estagiária..

  Outro ocorrido desagradável da secretaria de esportes e cultura, foi com os jovens do coral. Parece que de última hora, o Sr. José Moreira, o mesmo que comanda a praça CEU, lembrou que precisava providenciar o transporte dos jovens até a cidade de Vinhedo, onde iriam se apresentar... ocorreu que o ônibus era para pegar esses jovens as 12h mas só chegou as 14h, contudo a apresentação dos jovens estava marcada para as 13:00 no teatro da cidade de Vinhedo...

  Ao que parece, esse Sr. José Moreira, está querendo tomar o lugar do gestores, está até batendo de frente com funcionários concursados, querendo até decidir quando os concursados tiram férias, passando por cima da decisão dos gestores... nesse caso, o gestor de esportes e cultura. Pelo jeito, chegou para "causar", pois de acordo com relatos, ele tem cometido assédio moral...

  E mais um fato que tem chamado a atenção, principalmente das mães, é o Projeto Futuro, da Sandra Yumi... esse projeto encerrou suas atividades, e as aulas de balé também. Em uma reunião na última terça feira, com as mães e o gestor de educação, foi dito que estão esperando a Licitação, que foi pedida em abril, e que até o mês de agosto às atividades voltarão ao normal... mas não é bem isso que nos foi informado, as informações garantem que tanto o projeto futuro quanto o balé não voltarão.

  O que se espera, é que o gestor de esportes e cultura, fique mais atento às pessoas que trabalham com ele, seja direta ou indiretamente, afinal, o imbróglio que aconteceu com os jovens do coral e as queixas de assédio moral feitos pelo funcionário, recaem como responsabilidade do gestor, de não saber escolher seus comandados....

  Agora é aguardar as cenas dos próximos capítulos, pois sabe-se que mais coisas estão por vir a tona...

  E que Deus nos guarde.

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP