1 - DANIEL ANDRADE COMENTA SOBRE A REVISTA GRANDES CONQUISTAS

06/04/2016 09:41

  Quero compartilhar minha percepção com relação a revista "Grandes Conquistas" da atual administração de Várzea Paulista.

  Conforme noticiado  pelo Blog, logo nas primeiras horas da manhã, algum bom funcionário comissionado fez seu trabalho ao deixar na minha residência a revista das “Grandes Conquistas”. Qual não foi minha surpresa ao abrir a revista e ver que o editorial de abertura era justamente fazendo o que esse governo fez de melhor ao longo desses 3 anos: FALAR MAL DO GOVERNO ANTERIORSem dúvidas essa foi a "grande realização" dessa administração. Depois menciona que muita coisa que “AINDA SERÁ FEITA”, com o verbo no futuro.

  Também não foi surpresa ver várias postagens no Facebook dos varzinos contestando aquilo que foi publicado pela administração nesta revista. De minha parte faço algumas considerações, que já fiz em outras oportunidades e, que permanecem sem resposta, e acrescento algumas mais:

  - Cargos comissionados: No editorial é dito que “medidas amargas” foram tomadas, e entre essas medidas está o corte de comissionados, devo dizer que ri após ler isso, pois é de conhecimento público que isso não foi feito.

  - UPA: Na parte de final da revista temos a informação da tão aguardada inauguração da Unidade de Pronto Atendimento, que deve substituir o atendimento hoje realizado pelo Hospital da Cidade (ou Hospital Municipal Dr. Alcipio) que é administrado em “co”gestão pela ICV.

   Nota: Como se fala de “realizações e conquistas observei que nada se falou sobre o POUPA TEMPO DA SAÚDE, o que achei estranho, pois na revista cita a transferência da sede da guarda municipal para onde hoje está localizado o ambulatório de especialidades, mas não cita por exemplo que existe a intenção e o projeto de readequação do Ambulatório de Especialidades, que será transferido para onde hoje Funciona o Hospital após a UPA ser inaugurada e chamá-lo de Poupa Tempo da Saúde. Realmente muito estranho e conveniente esquecer de citar isso nessa edição.

      - Falta de remédios: Além de diminuir os locais de retirada, que eram feitos em todas as UBS´s , hoje é ainda maior do que no governo anterior.

  -Hospital da Cidade: Ao contrário do que diz o Dr. Décio, (por quem tenho grande admiração) a saúde na cidade não vai bem, principalmente no hospital onde ele trabalha. A ICV apresenta inúmeros problemas e qualquer um que faça uso do hospital pode percebê-las. Como diz o ditado “quem tem dor tem pressa”, mas a ICV parece ignorar isso, e a administração não se esforça o necessário para resolver isso. Não vou entrar no mérito das contas do hospital, que poderá levar o prefeito a ter sérios problemas no futuro.

  - Praça do CEU: Posso estar enganado, mas até hoje a praça não opera na sua capacidade projetada e, inclusive, ainda não foi inaugurada oficialmente e é sub utilizada pela população. 

  - Unidade Móvel da GM: Por acaso essa unidade móvel é aquela que já está parada a várias semanas no chácara mall? Porque eu nunca soube de uma unidade móvel que ficasse parada e sem nenhum guarda municipal nela, porque é isso que eu vejo todas as vezes que passo por lá em diferentes horários e dias da semana.

  - Pró Infância Jardim Itália: A obra parece ter fases anuais, pois só se mexe naquele lugar uma vez por ano. Neste passo até 2025 deverá ser terminada, mas quando isso acontecer é capaz de ter que ser fechada, por ter as suas estruturas comprometidas pelo tempo.

  - Córrego do Bertioga:  Desde que a atual administração decidiu inverter o andamento das obras, que deveriam começar pelo piscinão próximo ao Seminário, tenho dito que essa é uma obra “burra” pois de nada adianta alargar os tubos pós Av. Fernão Dias, se o volume de água fica estrangulado nos tubos sob a Fernão dias. Digo que é uma obra burra pois se o piscinão estivesse pronto já seguraria o volume dos bairros Jd. Bertioga, Vale Verde, Jd. Bahia 1 e 2, e São José, sem que esse volume atingisse a região central.

    - CRAS Oeste: O CRAS foi realocado em um local que está mais próximo da região central, do que propriamente dito na região oeste, onde a maior parte da população se concentra na Vila Popular, Jd Bertioga, Pq Guarani, Indaia, jardins Bahia, Residencial Aimoré)

  - S.O.S Cidadão: a revista diz que foram mais de 200 atendimentos, mas tenho uma dúvida no que se refere ao resultado efetivo desse serviço. Quantos dos atendidos realmente saíram das ruas e saíram de lá recuperados?

  - Drones:  Esse serviço foi implementado, mas alguém tem visto? Pois no inicio o que se via eram belas fotos da cidade tiradas por esses equipamentos, mas hoje em dia nem isso. Deixo aqui uma sugestão a equipe de comunicação: usar isso como matéria naquele programa de noticias online que recentemente a prefeitura passou a fazer.

  - Arborização:  Em diversas oportunidades pude ouvir o Sr. Prefeito falando de que as mudas colocadas na Av. Fernão Dias foram doadas, mas não vi nenhuma citação a isso na revista, como se somente a prefeitura o tivesse feito, tentando transformar a cidade em uma cidade com aparência litorânea.

  - Orquivárzea: Será que realmente é necessário falar sobre isso? Pois o que já foi orgulho para a cidade hoje é praticamente uma festa sem sentido, lembrando que a deste ano (2016) foi transferida para a data do aniversário da cidade, mas que por X motivos (incluindo a chuva, mas não somente) não aconteceu.

  - Transporte Público: Quantas vezes tentaram fazer a lei de transportes nessa administração ? E por qual motivo até hoje isso não saiu do papel e é uma das questões colocadas na revista em uma visão de futuro?

  Deixo aqui mais algumas observações que me chamaram a atenção na revista, entre elas está a de que os poucos “relatos de moradores” e nem todos vieram acompanhados de fotos dos mesmos, apenas com a citação de seus nomes, mas que foi feito isso com os relatos dos moradores de Campo Limpo e de Jundiaí.

  Outra observação é que essa edição é dirigida como sendo referente aos meses de Março a Junho, o que dá a entender que haverá uma outra edição de Julho a Setembro (período eleitoral), onde provavelmente deveremos ter muito mais imagens e falas do Sr. Prefeito, que nessa edição não apareceu nenhuma vez, nem mesmo fazendo um breve comentário sequer ou em alguma das tantas fotos desta edição.

  Vou encerrar por aqui, mas tenho a nítida certeza de que os pré-candidatos a prefeito de Várzea conseguirão enxergar muito mais coisas do que eu, pois devem estar percorrendo a cidade e conversando com as pessoas, e o que não falta é assunto, principalmente depois de tantas pautas colocadas pela própria administração com a Revista das “Grandes Conquistas”, que definitivamente não são grandes e também ainda não significam conquistas.

 

Att e à disposição

Daniel Andrade

https://www.facebook.com/Daniandradesantos

 

 

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP