1012 - DIRETRIZES DO PLANO DE GOVERNO DE CIRO GOMES

18/08/2018 10:05

   Baseado no texto de Eduardo Simões

   Fonte: https://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2018/08/14/em-diretrizes-para-plano-de-governo-ciro-defende-cambio-competitivo-e-atuacao-de-caixa-e-bb-para-reduzir-spread.htm

   Com o título de DIRETRIZES PARA UMA ESTRATÉGIA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO PARA O BRASIL do candidato Ciro Gomes para a presidência da Republica, a introdução do Plano de Governo explica que: “Esse não é o nosso Programa de Governo. São as diretrizes que vamos discutir com a sociedade. Elas serão discutidas e aperfeiçoadas com a participação de toda a sociedade brasileira e suas muitas instituições representativas ao longo da campanha eleitoral. O que alinhavamos a seguir, com o objetivo de iniciarmos o debate, são diretrizes gerais, ideias e passos que consideramos fundamentais para fazer do nosso Brasil um país verdadeiramente justo, solidário, unido, forte e soberano. Portanto, certamente haverá, num país de tantas complexidades, omissões, incompletudes e até ideias que deverão ser substituídas pelo aperfeiçoamento que alcançaremos durante essa campanha.”

   O documento defende uma taxa de câmbio pouco volátil e que oscile em um patamar que seja competitivo para a indústria nacional e uma atuação da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil para redução do spread bancário. Entre as ideias, também estão a “adoção de medidas de núcleo dos índices de preços como meta de inflação”, e um alongamento do prazo para que a inflação convirja para o centro da meta em caso de "choquesAs diretrizes de Ciro defendem ainda a divulgação das transcrições das gravações das reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central seis meses após o encontro, como forma de aumentar a transparência. Propõe também tirar 63 milhões de brasileiros do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), e uma maior atuação de órgãos reguladores como Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e Banco Central no controle da concentração no setor bancário.

  Defende, ainda, a revogação da regra do teto dos gastos públicos, que limita por 20 anos a expansão das despesas à inflação do ano anterior, e uma redução inicial de 15 por cento nas desonerações tributárias. As diretrizes também apontam para a redução dos impostos sobre consumo e do Imposto de Renda sobre a pessoa jurídica e a criação de um Imposto sobre Valor Agregado em substituição a vários tributos existentes, também a isenção de tributos na aquisição de bens de capital. O documento repete alguns pontos que têm sido defendidos publicamente por Ciro, como a adoção de um modelo de capitalização para a Previdência.

Veja as Diretrizes do Plano de Governo de Ciro Gomes clicando aqui

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP