1018 - O TROPEÇO DE UM FUNCIONÁRIO COMISSIONADO

27/08/2018 09:02

  Então... analisando os fatos da semana anterior, particularmente o caso da Débora, dentre outros, um funcionário que intenta um B.O., cujo conteúdo não constitui um delito em tese e não se sustenta como infração penal, tendo apenas como objetivo intimidar quem o denuncia, privilegiando o desvio de finalidade do inquérito policial, se traduz em verdadeira repulsa, onde é perfeitamente detectável a aplicação do famoso adágio popular: aos amigos tudo, aos inimigos a lei.

  O respectivo comportamento desmedido se traduz na realidade em improbidade administrativa praticada por infeliz agente comissionado e balizado por autoridade policial, tendo em vista a evidente ausência de interesse público, caracterizando notadamente a improbidade administrativa por ofensa aos princípios constitucionais da legalidade, moralidade e impessoalidade, pois apenas utiliza a máquina administrativa policial do Estado para atender a atividade no interesse privado, o que é inadmissível. Fato que a Corregedoria Nacional do Ministério Público deve ficar atenta como órgão fiscalizador da atividade policial.

  Portanto, um comissionado que se “ofende” por se chamado de “apadrinhado”, a ponto de impetrar um B.O. contra publicação e/ou comentário nas redes sociais e meios de comunicação, certamente estará destacando o senso de ridículo em seu desfavor. Qualquer pessoa pode digitar APADRINHADO na internet que será mostrado uma lista de links, como por exemplo (clique para ver): Apadrinhados abocanham R$ 1,3 mi por mês, publicado no site do Diário da Região em Ribeirão Preto/SP. Então, não é um político, mas pensa que é e acredita nisso. Ora, o político sério e de fato, antes de qualquer atitude, procura o “ofensor” e se resolve com ele, principalmente se precisar de apoio nas próximas eleições, tal qual como já precisou antes, entendendo que quem era antes aliado acaba se tornando um inimigo irreversível.

  Um exemplo aqui de Várzea Paulista, que deveria ser seguido por TODOS, é o do ex-prefeito Clemente, ainda no PSDB, que NUNCA fez B.O. contra qualquer pessoa, e que sempre cuidou de resolver todas as questões  através do diálogo, como verdadeiro político que é, mesmo se tratando de um ou outro desafeto. E mais, é público e notório que no Congresso Nacional tem exemplos de sobra de “políticos” destemperados, desequilibrados, gananciosos e com poder temporário, a maioria corruptos...

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP