444 - V.PTA.: A INFRAESTRUTURA E A MORADORA DO BAIRRO DO MURSA

12/03/2015 07:57

   Mais um email, de ontem, 11/03, da mesma moradora do bairro do Mursa, sobre os problemas do bairro e a administração pública aqui de Várzea Paulista:

   Lembra da moradora do Mursa ? Pois bem, cá estou eu novamente para expor os últimos acontecimentos, tendo em vista que a matéria é de ordem pública, e uma vez alcançado meus direitos, o mesmo se estenderá a todos os moradores do Bairro. É bem verdade que pelo que estou vendo, não será nada fácil de resolver o problema do Bairro do Mursa, mas como cidadã, não desistirei do meu direito de ir e vir, direito este outorgado no Artigo 5º, XV, da Constituição Federal.

   No final da tarde de ontem, me dirigi até a Prefeitura Municipal de Várzea Paulista, em busca de uma resposta, tendo em vista que a hora do “tormento” estava próxima, pois tinha que retornar para minha residência e não sabia como seria, se tudo aquilo já narrado anteriormente aconteceria novamente.

   Os dois funcionários que estavam à frente do caso, não estavam presentes, entretanto prontamente fui atendida por outro funcionário do setor de infraestrutura, que entrou em contato com os outros dois funcionários via celular, buscando assim respostas para minhas indagações. Após duas ligações, veio à resposta que já havia autorização do secretário de Infraestrutura para arrumar a Estrada no Bairro do Mursa e que o problema seria resolvido até hoje (11/12/15).

   Pois bem, eu como uma cidadã educada, novamente reforcei a situação do Bairro do Mursa e pedi, por favor, para que algo fosse feito com urgência, pois temia que algo mais grave pudesse acontecer, uma vez que, no desespero de chegarem a suas casas, os moradores buscam todos os meios possíveis e impossíveis para passarem pela única estrada de acesso as suas residências, o que certamente é um perigo, os carros não respondem nossos comandos e rodopiam como se tivessem “vida própria”, tanto é verdade que hoje uma moradora caiu de moto (graças a Deus não foi nada, só o susto e um pouco de lama no corpo, claro). Depois de reforçar a situação do Bairro e expor minhas preocupações, meus direitos, bem como os deveres da Municipalidade para com seus constituintes, me prestei à promessa de que até hoje (11/03/2015), nosso problema estaria solucionado, deixando translúcido ao funcionário da infraestrutura que não mais retornaria a Municipalidade para reclamar meus direitos, que, portanto, caso não houvesse solução para o problema no Bairro na data acordada informalmente entre entre as partes,  imediatamente Impetraria MANDADO DE SEGURANÇA CONTRA O SECRETÁRIO DE INFRAESTRUTURA DA MUNICIPALIDADE, o que certamente farei caso a promessa não seja cumprida, pois como já cansativamente narrei, não pretendo prejudicar ninguém, não tenho interesse político, SÓ BUSCO MEU DIREITO DE IR E VIR e dele não abrirei mão.

   Por fim, terminei meu dia da seguinte forma: Segui sentido Bairro do Mursa rezando para conseguir chegar em casa sem atolar novamente, e graças a Deus não atolei. Digamos que foi um pouco menos traumático que no dia 09/03/2015, desta vez embalei o carro e subi como uma desvairada, derrapei, rodopiei para todos os lados possíveis e imaginários, mais por fim, tirando alguns novos barulhos no carro, o amortecedor um pouco mais destruído, as portas rangindo um pouco mais, entre outros, finalmente cheguei em casa, UFFA... Agora hoje (11/03/2015) só a Deus pertence.

  No mais, e por questão de justiça, deixo aqui meus agradecimentos ao funcionário que me atendeu no setor de infraestrutura da Municipalidade de Várzea Paulista, pois muito embora não possa afirmar que a promessa será cumprida, mais pelo menos fui honrosamente recebida por ele, o que é totalmente plausível, pois somos eleitores e fazemos parte desta democracia. Sendo assim nada mais justo que agradecer a gentileza e atenção, como disse “GENTILEZA GERA GENTILEZA”. 


    Bom, pelo jeito as coisas continuam andando ruins nos serviços com a tal falta de dinheiro e de boa vontade de uns e outros do serviço público municipal, segundo se ouve no próprio governo, e tudo indica que essa questão do bairro do Mursa ainda vai dar dor de cabeça ao governo e certamente será mais um bairro, como o Gauchinha, a não se lembrar do prefeito e vereadores nas próximas eleições, pois os eleitores da região do Mursa querem atenção, o que aparentemente não estão tendo a contento... E mais, se Gauchinha e Mursa tem cerca de 5000 eleitores, talvez esses votos não façam falta em 2016, nem para o prefeito e nem para os vereadores...

    Só por Deus, é o comentário que ouve por todo lado na cidade...

 

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP