467 - V.PTA.: GM, SINDICATO E GOVERNO MUNICIPAL

13/06/2015 10:54

   O Blog verificou o que anda pegando entre o sindicato dos funcionários públicos aqui de Várzea Paulista e o governo municipal, referente ao pedido de afastamento do prefeito por improbidade administrativa, no que diz respeito ao não cumprimento de obrigações do governo para com a G.M., Guarda Municipal.     

   Bom, essa história da representação começou com pessoal da G.M. apresentando queixas e reivindicações ao sindicato quanto às condições de trabalho e material de uso pessoal em serviço, ou seja:  coletes à prova de balas (dos 70 coletes para uso de 111 guardas, somente 16 estão em condições adequadas de uso), armamento sem aferição técnica especializada (hoje feito pela própria G.M., com somente 30 armas em boas condições), munição com até 6 anos no estoque, regulamentação da jornada de trabalho e outros itens do dia-a-dia do pessoal.

   Com base nas informações acima, o sindicato emitiu o Ofício 107/2015 em 27/03/2015 à prefeitura, notificando o governo quanto às queixas e reivindicações, protocolando-o na Secretaria de Gestão Pública. O Ofício foi examinado pelo governo e, em uma reunião posterior com alguns secretários, o sindicato foi informado que o governo iria iniciar a compra dos materiais em questão, e outras providencias.  

   Algum tempo depois o governo informou ao sindicato que já estava abrindo Licitação, que foi enviada dia 11/06/2015 para o Jurídico da prefeitura avaliar, emitir parecer e devolver para a Gestão Pública dar andamento. Antes disso, até dia 09/06/2015, como o governo não indicava ao sindicato estar providenciando o atendimento das reivindicações, o sindicato decidiu entrar judicialmente contra o governo.

   Bom, parece estar aberto um aparente mal estar entre as partes, e há a possibilidade de que uma provável falta de entendimento esteja abrindo um precedente onde a população pode não estar gostando de ver com bons olhos tudo isso, afinal a GM foi criada para atender a necessidade de maior segurança na cidade, a G.M. hoje conta com poder de polícia, e o governo dar as condições mínimas de trabalho a ela.

    Radicalizar não indica ser uma boa estratégia nesse caso, seja de qual parte for... ninguém ganha com isso, nem governo, nem sindicato e nem G.M., e população pode sair prejudicada.

   Uma pergunta a opinião pública tem feito quanto a isso: O PT tem alguma coisa a ver com isso, seja para fins eleitorais ou não ?

 

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP