570 - DEZ MOTIVOS QUE FARIAM TIRADENTES SE ENVERGONHAR DO 21 DE ABRIL 2016

21/04/2016 07:12

  O dia 21 de Abril, dia de Tiradentes, é lembrado como feriado nacional desde 1965, como forma de construção da imagem heroica do Patrono da Nação durante a primeira fase do regime militar no Brasil. O marechal Castelo Branco, então presidente da República, contribuiu para o reforço dessa imagem de Tiradentes, ou seja, Joaquim José da Silva Xavier, um alferes (cargo militar da época colonial) que também exerceu a profissão de dentista, sancionando a Lei Nº 4. 897, de 9 de dezembro, que instituía o dia 21 de abril como feriado nacional e Tiradentes como, oficialmente, Patrono da Nação Brasileira. Desde então o dia 21 de abril é lembrado como o Dia de Tiradentes com base nos acontecimentos que configuraram a Inconfidência Mineira. Dito isso, vamos considerar a abordagem abaixo.

  Autor:Mauricio Vlamir Ferreira 

  Fonte: https://contrapontosocial.wordpress.com/ 

  Neste dia 21 de abril de 2016, existem motivos claríssimos para que Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, se envergonhasse do dia 21 de abril como uma comemoração cívica nos dias de hoje. Por isso, elencamos alguns destes motivos;

– Movido por sentimentos de revolta contra o abuso da taxação do ouro em nosso país, que desencadeou na ideia da independência do Brasil em Minas Gerais, Tiradentes ficaria muito desapontado em saber que o pré-sal está a ponto de ser entregue de bandeja às multinacionais do petróleo;

– Tiradentes era alferes, ou seja, tinha uma patente militar, e nos dias atuais Tiradentes ficaria surpreso em saber que a polícia é utilizada contra o povo, e não em defesa deste;

– Além de militar, Tiradentes era dentista, e em pleno século XXI, constataria que os serviços dos dentistas custas pequenas fortunas para a manutenção do sorriso das pessoa;

– Também nos dias atuais, saberia Tiradentes que o golpismo político e a traição continua firme e forte como prática de privilégio às elites em nosso país;

– Tiradentes ficou preso, e encontraria uma justiça parcial e favorável aos corruptos de nosso país;

– Se fosse julgado nos dias de hoje pelos deputados do impeachment de Dilma, Tiradentes constataria aberrações como: “Em nome de Deus, de minha família, e pelo torturador e carrasco, eu voto sim pelo enforcamento de Tiradentes!”;

– Também teria constatado Tiradentes, nenhuma preocupação dos políticos com o lema “Liberdade, igualdade e fraternidade”, elementos fundamentais no movimento de independência levados por Tiradentes na Inconfidência Mineira;

– Levando em consideração o princípio da liberdade, Tiradentes ficaria horrorizado com o excesso de impostos no Brasil, e com a limitação de dados impostas na comunicação do país por empresas estrangeiras, percebendo que em pleno 2016, ainda somos dominados pelos colonizadores;

– Tiradentes choraria de tristeza ao ver morto o Rio Doce, um dos símbolos naturais maiores de Minas Gerais;

10º – E por fim Tiradentes sentiria vergonha de muitos políticos mineiros e brasileiros, que empunhando a bandeira dos inconfidentes, ou a bandeira do Brasil republicano, manobraram um golpe de Estado, contra a democracia deste país*.

 

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP