682 - V.PTA.: RETROSPECTIVA DO GOVERNO MUNICIPAL 2013/2016 – Parte 1

04/01/2017 09:59

  Há várias formas livres para abordar a retrospectiva do mandato de governo municipal como o daqui de Várzea Paulista, entre as quais pela ordem cronológica do governo como um todo e pelo desempenho das secretarias municipais e/ou por destaques representativos da administração pública, incluindo a câmara municipal.

Resultado de imagem para VARZEA PAULISTA

  No caso do governo como um todo, destacamos preliminarmente a construção da PEC, Praça de Esportes e Cultura, a construção da UPA, Unidade de Pronto Atendimento, e a UBS Jardim Cruz Alta, todas projetos e verba de convênios do governo anterior do PT. O Pró-Infância do Jd. Itália, também verba do governo anterior do PT, e que não foi concluído neste mandato, como também o Centro Assistencial na Vila Real e outros menos representativos. A transferência do Ambulatório de Especialidades da av. Bertioga para onde era o Hospital Municipal, ficou mais parecendo uma estratégia para justificar um Poupatempo da Saúde prometido na campanha eleitoral 2012.

  Com a opção pela abordagem da retrospectiva pautando nas secretarias municipais, o governo tem sua fragilidade exposta na inépcia da maioria dos secretários que se mostraram sem capacitação para o cargo, nada produzindo ou não se justificando estar no comando da Pasta. Isso sem contar com a falta de compromisso para com a expectativa da população que acreditou em mudança ao eleger o prefeito pela coligação do PV, que não aconteceu. É uma escolha difícil: avaliar secretarias ou o governo como um todo? Ou ambos?

  Bom, pode-se então desenvolver uma retrospectiva resumida e despretensiosa considerando 3 opções: 1º para se ter uma ideia individual da equipe de governo, resumidamente por importância dos eventos em cada secretaria, 2º o governo como um todo, e 3º concluindo com a câmara municipal:

 

  1 – SECRETARIAS DE GOVERNO MUNICIPAL:

Resultado de imagem para CIDADANIA

   a) DESENVOLVIMENTO SOCIAL:

       Sob gestão do Pr. Jeremias V. Santana, a secretaria foi confrontada com os movimentos de reivindicação de moradia popular, cerca de 4, conduzindo essas situações com várias reuniões e ações judiciais para esvaziar os movimentos com a promessa do governo em construir 292 moradias populares após recadastramento, mas ficou só na intenção da promessa. O prefeito chegou até a gravar um vídeo em 2014 dizendo que as casas já iriam ser construídas, mas sequer começaram, gerando um sentimento de frustração nos reivindicantes. Inclusive publicou em revista durante a campanha eleitoral como se tivesse feito as casas como umais um conquista do governo municipal, sem nada ter feito.

          Promoveu a Marcha para Jesus, teve participação na ONG S.O.S. Cristão, entre outras ações menos representativas, mas não se viu ação prática e com impacto social em favor dos mais carentes e desfavorecidos.

        Não houve comentários de corrupção ou malfeitos nesta secretaria durante essa gestão. O secretario deixou o governo antes do término do mandato, sendo substituído pelo ex-assessor da gestão pública, Mietto.

          Abaixo o vídeo com o discurso da campanha 2012 sobre construir casas com as entrevistas de construir depois das primeiras manifestações, e de uma das últimas manifestações...

 

  ... continua na parte 2...

 

 

 
Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP