690 - V.PTA.: RETROSPECTIVA DO GOVERNO MUNICIPAL 2013/2016 - Parte 9

12/01/2017 10:58

   ...continuaçã o da parte 8...

Resultado de imagem para caps varzea paulista

     j) SAÚDE – II

       Durante o mandato 2013/2016, os serviços de assistência medica no CAPS, Centro de Atenção Psicossocial, foi também alvo de criticas e insatisfação de parte da população, envolvendo inclusive alguns episódios aparentemente complicados no então Hospital Municipal, devidamente mantido em sigilo pelo governo.

   Com o objetivo de melhor atender os usuários, os horários das UBS foram alterados pela dra. Mônica, mas que aparentemente não agradou inicialmente a maior parte dos pacientes, inclusive funcionários. No caso do Centro de Referência da Mulher, também implantado pelo governo anterior do PT, aparentemente este setor foi esquecido e foi até mesmo fechado provavelmente por descaso do governo, segundo comentários dos bastidores, governo esse que deve ter suas “razões” e “explicações” não divulgadas à opinião pública.

Resultado de imagem para hospital municipal varzea paulista

     Do ponto de vista massivo no atendimento de saúde, o então Hospital Municipal, que mudou o nome para homenagear o Dr. Alcipio, passou por uma série de tentativas de acertos para tentar atender melhor os pacientes e inclusive trocando a equipe gestora do hospital, a IBRASTEC, pela IVC, Instituto de Valorização Vida, que mudou de nome e teve suas complicações judiciais com a acusação de contratação de falsos médicos. Mas a ICV foi também substituída por outra empresa em meio a acusações de atraso de salários dos funcionários, além do atendimento público muito criticado pela população e, ainda, uma quase suposta greve na UPA por não cumprimento da quitação dos direitos dos funcionários admitidos na nova empresa. Antes da contratação, surgiu comentários de que a nova co-gestora hospitalar já estaria escolhida antes da Licitação: a Organização Social Vitali Saúde.

Resultado de imagem para saude publica

    Portanto, têm-se no histórico da saúde pública aqui da cidade, durante todo o mandato do PV e aliados, 4 secretários e 3 empresas de co-gestão hospitalar, ou seja: todos os ingredientes para perfeitamente depreender o porque da saúde pública estar toda complicada e instável nos serviços à população e na administração desta Pasta entre 2013 e 2016.

Resultado de imagem para falta de medicamentos

    Como já foi mencionado, o maior “descaso” do governo que terminou o mandato em 31/012/2016, segundo comentários nos bastidores e opinião pública, foi não ter evitado a falta de medicamentos que havia prometido insistentemente acabar na campanha eleitoral 2012, inclusive deixando se agravar a ponto da falta ser diária e continua. Até analgésico de R$ 1,50, Dipirona, faltou no hospital. Entretanto, o que o governo argumentou em várias oportunidades, e até em discursos, que a falta de medicamentos é devido a compra judicial de remédios de alto custo, que o governo anterior do PT deixou dividas, que não tem dinheiro, etc., mas não convence e nunca convenceu a opinião pública.

Resultado de imagem para funcionários da saúde insatisfeito

    Provavelmente a secretaria de saúde foi a que mais gerou insatisfações no quadro de funcionários, principalmente na relação profissional com a dra. Monica, mas que, justiça seja feita, ela também conquistou apoio e participação do pessoal quando necessário nas mudanças para melhorias em todos os serviços de saúde pública, apesar de todas as dificuldades com a falta de recursos, inclusive os básicos.

 ... continua...

 

< parte 8

         parte 10 >

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP