704 - V.PTA.: RETROSPECTIVA DO GOVERNO MUNICIPAL 2013/2016 - Parte 23

02/02/2017 09:31

 

    GOVERNO MUNICIPAL - VIII

    GOVERNO DA RECONSTRUÇÃO: 2015 - III

    ... continuação...

Resultado de imagem para conselho tutelar

   Em Junho, foi questionada a lisura das inscrições para escolha de novos Conselheiros para o Conselho Tutelar, logo após entrada e denuncia no Ministério Público referente a uma carta de comprovando o trabalho com crianças e adolescentes em favor de um dos candidatos, provavelmente emitida por uma escola sem que de fato seja o que a carta afirmava, deixando o governo em “saia justa” com a suspeita de fraude e/ou tentativa de uso político do Conselho. A opinião pública se perguntou o porque do interesse do governo supostamente tentar se envolver na escolha dos novos Conselheiros.

Resultado de imagem para casa transitoria menino jesus varzea paulista

  Dia 03 de junho o governo sofre um “tranco” inesperado com a Casa Transitória: foram afastados por ordem judicial a presidente e 2 diretoras da Casa Transitória Menino Jesus por tempo indeterminado, a partir de denuncias de ocorrências na Casa, sendo nomeado como interventor o coordenador da Casa.

   Dia 09 de junho, o sindicato dos funcionários públicos protocolou ação na Justiça local, pedindo a cassação do prefeito e dois secretários por improbidade administrativa, além de ser interditado o prédio da GM e suspender as atividades do pessoal da guarda municipal, com base na Lei Municipal 181/07, artigo 214, letra D. Com isso, aparentemente começou em “briga” outra queda de braço entre as partes, com o governo municipal contra-atacando com denuncia da suspeita de um “segundo” sindicato dos funcionários públicos. A questão que se refere à GM pode ser conferida no Opinião 467 do Blog.

   Dia 21 de junho, o governo inaugurou a estação de bombeamento de água para o bairro Gauchinha e região. Mas uma moradora, sem deixar de elogiar a chegada da água encanada, enviou email ao Blog se queixando de tudo o mais que o governo deixava ao descaso, conforme publicado na integra no Opinião 471. Enquanto se desenrolava a “guerra” entre governo municipal e sindicato, o governo emitiu cerca de 11.000 cartas de cobrança de impostos atrasados (IPTU, Alvará, ISS, etc.), na expectativa de conseguir arrecadar dinheiro para as contas em atraso. Não deu certo, só poucos devedores compareceram para negociar as dividas. Por volta do dia 25, o governo foi à Brasília para tentar trazer verbas, mas também não obteve o sucesso esperado.

   Em Julho, mais uma ação judicial chega até o governo municipal para que explicasse a venda da área pública localizada na Av. Fernão Dias Paes Leme (Lote A Quadra C – Jd. Primavera). O secretário de governo explicou o prefeito fez a venda da área pública saldar parte da dívida com o FUSSBE, Fundo de Seguridade Social e de Benefícios dos Funcionários Públicos de Várzea Paulista, deixada pelo governo anterior. No dia 18/03, às 09h, o governo realizou na câmara municipal a 3ª Audiência Pública, e última, para modificar o Plano Diretor da cidade, conforme publicado no Opinião 486 do Blog. Dia 25 julho o governo inaugurou a UBS Cruz Alta, remanejando o pessoal e desativando a UBS que ficava na Praça Castro Alves.

   Em Agosto, enquanto o Blog publicava as matérias sobre os loteamentos previstos para o bairro do Mursa, que podem ser conferidas na série do Opinião 496 ao 585, a pré-campanha eleitoral 2016 já começava a ficar encorpada com alguns pré-candidatos iniciando a aproximação aos eleitores, mas ainda assim o governo municipal não anunciava sua intenção de reeleição. Foi um mês de muitas negociações de todos os “lados”, incluindo acordos provisórios e "reveses", em meio a muita  movimentação política tanto de bastidores quanto do corpo-a-corpo.    


   ... continua...

< par te 22

         parte 24 >

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP