706 - V.PTA.: O GOVERNO MUNICIPAL E AS CRITICAS NAS REDES SOCIAIS NESTE INICIO DO 2º MANDATO

06/02/2017 09:23

   Abrindo um “espaço” na sequência da Retrospectiva 2013 a 2016 do governo municipal aqui de Várzea Paulista, ou governo “anterior”, já se observa algumas “tropeçadas” indisfarçáveis neste inicio do segundo mandato deste mesmo governo “anterior” que, por ser indisfarçável, é perfeitamente óbvio para a opinião pública que as secretarias de Educação e Infraestrutura estão fazendo “tremendo sucesso” nas redes sociais. Vejamos:

Resultado de imagem para SECRETARIA DE EDUCAÇÃO VARZEA PAULISTA

  1) a Educação, por estar complicada na questão das merendeiras e merenda nas escolas estaduais, e com o governo ainda emitindo “comunicado” dizendo que é “boato” o que os alunos e pais de alunos estão vendo e sabem. Inclusive o deputado Jr. Aprillanti se reuniu dia 16/01 com os diretores das escolas estaduais aqui de Várzea Paulista para tratar desta questão junto ao governo estadual. Portanto, não tem nada de “boatos” conforme matéria do dia 03/02 do Jornal de Jundiaí. Portanto, além dos alunos e pais de alunos, o JJ também estaria “mentindo”?

  2) a Infraestrutura, por não ter feito ou não estar fazendo o dever de casa nas escolas, e não é difícil saber porque, particularmente deixando a CEMEB Cecília Benevides de Carvalho Meireles no Jd. América III, a CEMEB Antonio Bueno (Pró-Infância) no Jd. Paulista e outras em situação precária para uso nas atividades escolares em algumas salas de aula no início do ano letivo. Provavelmente isso deve-se à falta de moedas nos cofres da prefeitura, como também no “esforço” da administração pública para reduzir “custos” para ver se sobra dinheiro, e ainda o porque do prefeito estar procurando verba em todas as direções para pagar as contas e fazer o que precisa ser feito na cidade de modo geral.

Resultado de imagem para CARNE IPTU 2017

  Bom, os carnês de IPTU começaram a chegar aos contribuintes, deixando irritados os que pagam o imposto sem verem manutenção e melhorias na cidade, sabendo que o governo municipal é quase infalível em cobrar os impostos. Com referencia à questão do governo querer “economizar”, isso não acontecia desde outubro 2015 com as contratações dos comissionados para fins eleitorais, atingindo o pico em agosto 2016, segundo análise de uns e outros.

  Ora, experts no folclore da política de Várzea Paulista sabem que o governo municipal sempre divulga a versão oficial da verdade quando intenta que todos acreditem que é “boato” mesmo TODOS sabendo que se trata da verdade, e ainda mesmo com provas irrefutáveis. Entretanto, o governo intentando também fazer a opinião pública de “desinformada” é algo incompreensível e até mórbido, principalmente com seus “porta-vozes” querendo “desmentir” a verdade conhecida e comprovada para o governo se passar por “honesto”, sem que pareça ser, principalmente na visão cética de quem sabe o que se passa nos bastidores, onde a “verdade” tem que ser só a do governo municipal, mesmo que não seja verdade para não ficar mal perante a população, segundos muitos uns e outros do próprio governo.

   E mais, não se vê ninguém do primeiro escalão indo diretamente a público dar explicações convincentes. Preferem acionar os escalões inferiores ou simpatizantes na linha de frente, para não se “exporem” como é o caso, por exemplo, do assessor de gabinete que atende as demandas da população assumindo e se compromentendo com o que não lhe é de competência. Mas, ora, não tem como esconder que fazem isso desde quando assumiram o poder em 2013, e continuam fazendo sem o menor pudor, decência moral e coerência, segundo comentários nos bastidores e na opinião pública.

  Hoje estamos vendo que, depois que o governo municipal parou com a  encenação do “andamento das obras” do córrego Bertioga logo no dia seguinte das eleições, aparentemente a obra está sendo retomada hoje com a coordenação do secretário de Desenvolvimento Econômico, Marco A. Bueno, mas não se fala ainda nada a respeito do viaduto da Ponte Seca, nem da escola Pró-Infância Jd. Itália e sequer da Ciclovia no Mursa, todas também paradas logo após as eleições 2016.

   Entretanto, o “governo anterior” foi reeleito e, com “Deus no comando” como diz o prefeito, a cidade, eleitores e população tem então mais 4 anos pela frente que, certamente, vai ser “do jeito que Deus quiser”... 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP