725 - V.PTA.: RETROSPECTIVA DO GOVERNO MUNICIPAL 2013/2016 - Parte 42

07/03/2017 09:04

    CÂMARA MUNICIPAL E VEREADORES – Parte 9

    ... continuação de 2015...

Resultado de imagem para reunião com padok varzea paulista

  Em julho, os vereadores, pelo menos alguns deles, se “esforçavam” para se “juntar” ao pré-candidato Padok. Foram várias “reuniões” para “negociar” parceira e/ou aliança, esbarrando no custo que isso teria para o empresário... mas que tentavam, tentavam, certamente pensando no que seria melhor para se reelegerem. Aparentemente, os vereadores já estavam muito mais preocupados com a reeleição que com os problemas da cidade, pelo menos era o que entendia a opinião pública. Para complicar, pesquisas informais preliminares de intenções de voto já começava a contaminar a esperança da maioria dos vereadores...

  No dia 25 de julho, os vereadores, pelo menos a maioria, acorreu à inauguração da nova UBS S. José, que substituía a UBS Central da pça Castro Alves, aparentemente para “prestigiar” a “conquista” do prefeito em uma obra de convenio firmado pelo governo anterior do PT e, segundo uns e outros, certamente para também captar dividendos eleitorais nas eleições 2016 contando com o “apoio” do prefeito. Quanto aos vereadores “desertores” do PT, Sueli e Juarez, já havia neste mês comentários que deveriam se mudar para o PSB, que ainda estava na base aliada do governo municipal.

  Em agosto, o vereador Luciano teve a contrariedade de saber que o ex-prefeito Eduardo também iria disputar para prefeito, o que certamente iria dividir mais o já complicado diretório do PT mesmo supondo ter a maioria dos filiados apoiando. Tudo indicou que foi um golpe nas suas pretensões, já que no PT lhe parecia estar comprometido suas expectativas de sair pelo partido. Entretanto, dia 11 de agosto os vereadores votaram e REJEITARAM as contas do ex-prefeito Eduardo, PT, tornando-o inelegível para as próximas eleições. Mas isso não significava que o vereador Luciano iria disputar para prefeito pelo PT. Após a rejeição das contas do ex-prefeito Eduardo, os vereadores, pelo menos os 7 que foram reeleitos, iriam "administrar" alguns “espinhos” conhecidos e muito criticados na opinião pública na história recente da Casa de Leis. Um dos “espinhos” seria a apreciação e aprovação de Projeto de Lei a partir da Minuta da Audiência Pública de 08/07, que estava sendo elaborada pelo governo relativo ao artigo 19 da LC 167/2006, alterada pela LC 221/11 que permitiu lotes de 300m2 nos empreendimentos imobiliários em andamento na região do Morro do Mursa. 

  No início de setembro a câmara municipal deveria apreciar o Projeto de Lei 26/12, que dispunha sobre a suspensão do andamento de 13 loteamentos pré-aprovados na aqui em Várzea Paulista, incluído os da região do Mursa, e tem como justificativa impedir maior comprometimento da qualidade de vida dos munícipes. O Projeto de Lei 26 de 2015 foi publicado no Opinião 509 do Blog. Com a câmara complicada por vários assuntos “espinhosos” na defesa dos interesses do governo municipal, principalmente para evitar a instalação de Comissão Especial de Inquerito, CEI, o PL foi retirado da pauta conforme publicamos no Opinião 514 do Blog. O que estava em “jogo” naquele momento era:

  a) a questão do contrato da ICV do hospital, médicos “falsos”, etc.,

  b) a venda do terreno para a Igreja universal no inicio do mandato do governo e,

  c) a questão da compra dos DVDs.   

 
 
... continua...

< part e  41

      parte 43  >

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP