727 - V.PTA.: RETROSPECTIVA DO GOVERNO MUNICIPAL 2013/2016 - Parte 44

09/03/2017 07:40

    CÂMARA MUNICIPAL E VEREADORES – Parte 11

    ... continuação de 2015...

  No final de setembro, os vereadores Sueli, Juarez e Ivan posam assinando ficha de filiação no PSB, mas nenhum dos 3 ficaram no partido. 

  Em outubro, o vereador Luciano do PT, pré-candidato a prefeito, já distribuía seu Informativo #SOMANDO TRABALHO, indo à “luta” pelo poder municipal usando tudo o que podia para chegar na frente dos demais, independente das supostas irregularidades apontadas na sua gestão da secretaria de educação no governo anterior do PT. Também sua militancia atuou fortemente nas redes sociais na divulgação das propostas da pré-candidatura. Foi o único vereador a se colocar como pré-candidato a prefeito nas eleições 2016.

  Também em outubro, o vereador Ivan Sada deu entrevista na radio Difusora, dia 14/10, comentando que iria apresentar na câmara municipal um Projeto de Lei para reduzir salários dos vereadores e do prefeito. Claro que um Projeto de Lei como esse não tinha chances de ir ao plenário, como não foi.  Se fosse ao plenário certamente teria apoio maciço da opinião pública, eleitores e população, mas ficou o dito pelo não dito. Ainda no decorrer deste mês foi publicado nas redes sociais que o campo de futebol amador do Jd Diana, que pertence ao município, estaria sendo alugado para realização de eventos pagos, incluindo shows de Funk e Pagode até altas horas, sempre com a presença do Vereador Silso e seu filho Tiago.

   Na segunda quinzena de outubro surgiu comentários nos bastidores e na opinião pública de que havia abuso de horas extras pelos funcionários da câmara municipal, ou seja horas-extras maiores que as horas normais trabalhadas no mês. Como o Projeto de Lei 09/2015, da câmara municipal, tem como premissa reduzir ao mínimo as horas-extras, ou não se justificar e/ou nem existir mais, o presidente da Casa de Leis aumentou a fiscalização para evitar abusos e deixando todos sujeitos às penalidades previstas em lei.

Resultado de imagem para hospital varzea paulista

  Com a aproximação do fim de outubro, via-se nas redes sociais comentários de que vereador(es) estaria(m) colocando pessoas para trabalhar no Hospital Municipal, supostamente em troca de apoio à reeleição do prefeito, e que um dos vereadores havia colocado pelo menos 5 pessoas. Claro, não foi comprovado. Enquanto isso, o líder da bancada do PT na câmara municipal, vereador Demércio, protocolava no Ministério Público aqui de Várzea Paulista mais uma denúncia, desta vez contra os loteamentos na região do Mursa. Ele estava mesmo determinado a cancelar todos os loteamentos, e a chance de conseguir parecia ser boa. A denuncia no MP foi sobre a inconstitucionalidade da Lei 221/2011 que permitiu os loteamentos em andamento, e pedindo a revogação dos Substitutivo nº 2 ao Projeto de Lei Complementar 04/2011, que altera o artigo 19 da Lei Complementar 167 de 09/10/2006. 

  ... continua...

< parte 43

       parte 45 >

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP