872 - ENTÃO, 2018 COMEÇA DIA 25/01 OU DEPOIS DO CARNAVAL?

22/01/2018 08:35

Resultado de imagem para reeleição de corrupto  Então... o cenário político nacional 2018 tem indicado que a cartilha Faz-de-Conta do governo federal e congresso continua sendo aplicada sem a menor cerimônia ou disfarce, enquanto a politicagem anda livre e solta dentro e fora dos bastidores de Brasília, Estados e Municípios, e com intervenções do Judiciário. Como agravante, se pode ser dito assim, estamos em ano eleitoral e a liberação de verbas deverá ser de acordo com os interesse do candidato que tenta a reeleição com o dinheiro dos contribuintes que, ignorando a crise da corrupção política, irá dizer que vai “lutar” por mais saúde, transporte, educação, esportes, segurança, infraestrutura, habitação e blá-blá-blá, ignorando a corrupção política... Traduzindo, o que estarão dizendo mesmo é o seguinte: “Preciso do seu voto para continuar melhorando minha vida, da minha família, dos meus amigos e de alguns apoiadores...” Ah, até o ex-presidente Collor declarou que vai disputar para presidente, então...

  Mas, o ponto alto, e passível de turbulência neste início de ano, tem tudo para ser o julgamento do ex-presidente Lula dia 24/01 em Porto Alegre/RS. Como protesto, o PT realizou o evento Ato pela democracia e pelo direito de Lula ser candidato” neste sábado p.p., 20/01, em várias cidades do Brasil. Aqui em Várzea Paulista foi realizado no auditório da câmara municipal, coordenado pelo ex-prefeito Eduardo T. Pereira e com a participação de aproximadamente 70 pessoas. Com isso, o PT procura mostrar que não aceita uma condenação sem provas em um processo movido pela política e com o objetivo de não permitir que Lula seja candidato a presidente, e considera que o julgamento não é aceitável por ninguém que se paute pela democracia, pela justiça e pelo estado de direito.

  Nesta semana decisiva voltada ao dia 24/01, a atenção dos órgãos de segurança certamente estará monitorando os ânimos que podem insuflar rumos indesejados durante o julgamento em Porto Alegre, sem descartar a possibilidade de confrontos. A CUT, o MST, MTST, Frente Brasil Popular e outros movimentos em defesa do ex-presidente Lula, estão se mobilizando para acampar em Porto Alegre a partir de hoje, 22/01. Entretanto, uma coisa é a expectativa, outra coisa é a realidade. E mais: parece claro que a política nunca foi tão judicializada como atualmente, e um exemplo disso neste inicio de 2018 é a questão da posse da ministra do trabalho indicada por Temer, impedida judicialmente de assumir o Ministério, depois liberada pelo STJ e suspensa de novo hoje pelo STF “provisóriamente”...

  

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP