AINDA SOBRE AS CONTAS DA SAÚDE, A GESTÃO, O PREFEITO E OS VEREADORES DE VÁRZEA PAULISTA

24/07/2018 08:40

Pois é, parece que os ânimos andam bem acirrados na gestão de Saúde e no gabinete do prefeito.

Com isso, a gestora de Saúde desce do salto, perde a pose e deixa toda sua acidez fluir pelos poros ao tentar intimidar o conselheiro de Saúde que pediu a nulidade da plenária do dia 28/06, onde foram aprovadas as Contas da Saúde denunciadas ao Ministério Público. Com o conselheiro entrando com revisão nas Contas desde janeiro de 2018, a gestora apelou apontando dedo e tentando um achaque gritando aos ventos na frente de outras pessoas, querendo demonstrar autoridade e quebrando seu queixo duro, pois encontrou alguém acima de sua altura e que realmente entende de Saúde.

O prefeito também se mostrou preocupado com o que possa ser encontrado de errado em sua gestão, afinal, se não há nada de errado por que então o prefeito não permitiu que o conselheiro, acompanhado de um advogado e uma contabilista, tivessem acesso aos documentos dos meses de março e abril, mandando recolher os mesmos assim que soube dos trabalhos que seriam feitos?

Tão estranho como essa atitude do prefeito, é terem descoberto em uma pesquisa na Receita Federal que a co-administradora da UPA, Social Vitale, tem o mesmo número do CNPJ de uma Casa de Misericórdia, e cujo contrato termina no fim do mês que vem, agosto 2018... isso ninguém explica, ou vão dizer que não sabiam mesmo tendo sido eles quem assinaram os contratos... outra coisa, mesmo assim vão renovar? Parece que a “Vitale”, ou “Casa de Misericórdia”, não pode prestar serviço público...

E, fazendo uma ressalva, não é entendido também o porquê dos vereadores não fiscalizarem devidamente a gestão de Saúde, ao invés de só ficarem aplaudindo a gestora e dando os parabéns, quando ela devia cumprir com suas obrigações e para o qual é devidamente muito bem paga?

É inadmissível que nenhum dos vereadores saibam o que se passa com os contratos assinados pelo prefeito e as empresas prestadoras de serviços que, aliás, fornecem um serviço de péssima qualidade...

Se estão aí para fiscalizarem, por que não o fazem?

Subir na tribuna e falar grosso e aos gritos no plenário é fácil, quero ver dar cara a tapa e ir bater de frente com o governo exigindo os tais documentos "apreendidos" pelo prefeito.

Como disse um certo vereador: depois que alguns gestores foram convocados pelo legislativo começaram a mostrar trabalho...

Então que convoquem a gestora de Saúde, peçam explicações sobre a falta de insumos básicos nas UBS, falta de medicamentos, demora para marcar consultas e retornos... quem sabe depois de convocá-la passamos a ter um serviço de qualidade e respeito...

Dizer que o município passa por crise como todo o restante do país é a pior desculpa para não se fazer nada...

Como diz o ditado: desculpa de aleijado é muleta...

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP