JR APRILLANTI VOTA CONTRA PEC QUE AUMENTA GASTOS DO GOVERNO PAULISTA

27/04/2018 08:48

  O deputado estadual Junior Aprillanti, vice-líder do PSB na Assembleia Legislativa Paulista, votou, na noite desta terça-feira, dia 24 de abril, contra a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição de número 5, que autoriza o aumento de salários dos funcionários públicos acima do subsídio do governador, o que representa um custo adicional de R$ 1 bi em quatro anos, aproximando os contracheques destes ao dos desembargadores. Segundo o parlamentar, seu posicionamento não é contra a valorização do funcionalismo, no entanto, este não é o momento apropriado para que criemos mais custos para o Governo Paulista: “Minha origem é na iniciativa privada. Embora não seja possível comparar as ações dela com as da iniciativa pública, entendo que o momento atual econômico que vivenciamos no Brasil requer prudência”, informou o deputado estadual Junior Aprillanti.

  Outro ponto que levou o deputado estadual Junior Aprillanti a votar pela não aprovação da PEC de número 5 está relacionado com a necessidade de um gestor público pensar no contexto geral de todos e não apenas de uma categoria de servidores públicos: “Não podemos pensar em apenas uma categoria de servidores públicos, mas em todas. O Brasil possui mais de 13 milhões de desempregados. Temos que pensar no próximo. Sou um deputado que representa 45 milhões de habitantes. Avaliei todas essas informações e cheguei a conclusão de que era o momento de votar contra a aprovação da PEC 5, enfatizou Junior Aprillanti.

  Além de Junior Aprillanti, outros dois deputados: Barros Munhoz (PSB) e Pedro Tobias (PSDB), também, registraram seus votos contrários a aprovação da propositura. Antes de ser promulgada, a Proposta de Emenda à Constituição de número 5 precisa passar por segunda votação na Assembleia Legislativa.

 

Voltar

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP