Os tópicos são atualizados com o que se comenta nos bastidores políticos e opinião pública aqui de Várzea Paulista, levando ao conhecimento público o que acontece de forma bem humorada e irreverente, porém com seriedade. 

  Todos podem enviar comentários e denúncias para o email:

   blogvpta@gmail.com

23/02 – Então... um munícipe insatisfeito com o setor de transito aqui de Várzea Paulista, denuncia: “Bom dia. Fui multado em Várzea por falta de cinto de segurança, entrei com o recurso e foi indeferido. Olha só a resposta do Gestor de trânsito: O auto de infração está em conformidade com as determinações do CTB (vide imagem ao lado). O artigo 167 da lei federal 9.503 de 1997, é clara, precisa e concisa quando determina a retenção do veículo até a colocação do cinto de segurança pelo infrator. 

O agente não pode simplesmente dizer eu vi e vou multar. Ele aplicam a multa, o ônus da prova é do condutor. Se o condutor não recorrer eles recebem a multa e tudo bem. Quantas multas devem ser aplicadas desta forma e a população não conhece a lei, não recorre e paga a multa. Ou o gestor está mal informado sobre o artigo 167 da lei, ou está dando qualquer resposta para ver se cola. Vamos deixar a população ciente de que a multa por falta de cinto, o agente tem que cumprir a lei (parar o condutor, solicitar que o mesmo coloque o cinto de segurança e então aplicar a multa). Quem já foi multado sem este procedimento do agente de trânsito, tem por direito pedir ressarcimento do valor pago. Para quem não tem condições de pagar um advogado, ou escritório, procurar a defensoria Pública.” Pelo sim pelo não, e então sr. prefeito? Oremos?

 

21/02 – Pois é... “vazou” nos bastidores do governo municipal aqui de Várzea Paulista, que foi solicitado verba, que é o que interessa, ao deputado Jr Aprillanti para “construção de uma quadra de futebol society”. Mas isso é “prioridade” para a população que ainda sofre com vários e sérios problemas de infraestrutura na cidade, principalmente melhorias básicas urgentes na cidade? A verba solicitada ao deputado é a “bagatela” de R$ 120 mil reais, que poderia ser para tapar buracos nas vias públicas, comprar medicamentos, uniforme e material escolar, fazer reparos e manutenção nas vielas, campos de futebol, etc., etc.. Mas, enquanto isso, a opinião pública estranhou a câmara municipal não ter colocado na pauta, da sessão pública de ontem, a votação do veto do prefeito nas emendas que permite a poda e supressão de árvores, diminuição drástica das multas e incentivo ao desmatamento na cidade pelos especuladores imobiliários, principalmente na região do Mursa, parecendo até uma estratégia para irritar os defensores do meio ambiente. Se for isso mesmo, a câmara municipal realmente não respeita a população. Entretanto, terá de colocar na próxima sessão para cumprir o prazo regimental.  Bom, não é preciso muito esforço para entender o que está rolando nos bastidores legislativos, e qual vai ser o troco dos eleitores em 2020. E mais, por falar em câmara municipal, parece que há um certo frenesi nas especulações nos bastidores e opinião pública, seja verdade ou não, sobre quem é o vereador que disponibilizou o carro oficial da câmara para a esposa fazer compras. E tem mais... especulam que tem vereador articulando (pressionando?) para “participar” das Licitações da prefeitura, “indicando” empresas claro. Pelo sim pelo não, sr. prefeito, está difícil manter a governabilidade do município, ou é “tranquilo”? Oremos?  

 

 

20/02 - REVISADO ÀS 12:15h - Então... hoje, 20/02 às 19 hs, deverá votado na câmara municipal o veto do prefeito aqui de Várzea Paulista nas 4 emendas, de autoria de 6 vereadores, em Projeto de Lei de Meio Ambiente do governo municipal. Bom, as emendas permitiriam a poda e supressão de árvores, diminuição drástica das multas e incentivo ao desmatamento na cidade pelos especuladores imobiliários, principalmente na região do Mursa (suspenso pela Justiça). Bom segundo uns e outros, o que esperar de um legislativo que livra o prefeito da Rejeição das Contas 2013, que deixa prá lá a investigação dos escândalos do Bolsa Família e do Cemitério “em nome da governabilidade”? Ora, as emendas abriria a brecha para desmatamentos sem punição pela “gestão” do meio ambiente do governo municipal, e sem interferência do Ministério Público, da mesma forma que a Lei 221/2012 permitindo loteamentos de 300m2 na região do Mursa. Quanto a isso, há uma convocação nas redes sociais para que os munícipes compareçam na sessão pública de hoje para constranger os vereadores a não derrubarem o veto do prefeito, pois se isso acontecer estarão revelando inconteste que estão legislando em favor de interesses particulares que não são os da população. Ora, quais os vereadores que prometeram “lutar” pela cidade e pela população durante a campanha eleitoral? Certamente todos. De qualquer forma, o prefeito sai por cima neste episódio. Lembrem-se do episódio do Projeto de Lei para permitir Rodeio!  Pelo sim pelo não, a opinião pública está vendo isso... Oremos?

 

19/02 – Então... está sendo denunciado nas redes sociais que o governo municipal está contaminando a área pública na região da Vila Santa Terezinha, que fica na confluência da av Brasil, Rua Laguna e av Ipiranga. Ou seja, onde ficava a pista de MotoCross e a pista de aeromodelismo. Bom, a questão é que estão limpando o córrego Bertioga na parte onde vai ser o “piscinão”, próximo ao Seminário, para conter as enchentes no córrego, incluindo a remoção estimada de 3.500 caminhões de terra nesta obra. A queixa refere-se aos caminhões despejando o conteúdo dos esgotos do córrego naquela área com residências próximas. Para contornar as reclamações e “tranquilizar” os moradores da região, o governo municipal deve usar outro acesso, nas proximidades da empresa Advance, prometendo enviar caminhão pipa para “lavar” a rua. Ora, o governo já vem “depositando” entulho nesta área desde 2014, época da tentativa de invasão dos sem-teto que não deu certo. Clique aqui ou na imagem ao lado para ver o vídeo. E há a controvérsia de que essa área pertence à União, e não ao município, segundo uns e outros. Não se sabe de nenhuma movimentação da Gestão do Meio Ambiente, que teria por obrigação tratar disso, mas que certamente “não sabe de nada”. Comentam que a gestão do Meio Ambiente só fica sabendo “depois” do acontecido, e só “entra em cena” quando é notificada “oficialmente”. Pelo sim pelo não, sr. prefeito, para serve mesmo a gestão do Meio Ambiente? A opinião pública quer saber... Oremos?

 

17/02 - Enquanto o PSDB se movimenta para sabotar João Doria, que com isso poderá ter o pretexto que precisa para se lançar candidato ao governo do Estado, abrimos uma exceção e vamos sinalizar aqui a intervenção do exército no Rio de Janeiro, mesmo porque a intervenção deve refletir nos estados e cidades, inclusive aqui em Várzea Paulista que já foi "visitado" pelo Gaeco. Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos deputados, que a decisão do governo federal em decretar intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro “É uma decisão muito contundente, dura, extrema. Parece que nessas condições a forma de restabelecer a ordem no Rio é agora. Esse processo precisa dar certo de qualquer jeito. Está se dando um salto triplo sem rede, não dá para errar.” Bom, se o governo estadual do Rio não consegue dar conta da segurança pública, o governo federal entende que a intervenção do exército é para ser a solução. Ora, o governo federal entrou em uma guerra que não admite derrota, sob pena de aumento da criminalidade no Rio e em outras cidades brasileiras, porque a desmoralização do Estado brasileiro, detentor constitucional da força e garantidor último da ordem pública, seria total. A intervenção deverá ter várias fases, com diferentes regras. Os soldados estarão sujeitos apenas à Justiça Militar. Pelo sim pelo não, que a intervenção tenha sucesso, pelo bem do Rio e do Brasil. Oremos!

 

16/02 -  Enquanto aguardamos o próximo escândalo envolvendo o governo municipal aqui de Várzea Paulista, que especulam não deve demorar, transcrevemos um email recebido recentemente: “Breves considerações sobre as eleições para o fundo de previdência do funcionalismo de Várzea Paulista. Chapa Dois 414 votos (Oposição) e Chapa Um 176 votos. Funcionários da Educação decidiram votar na oposição pois naquela chapa existem professores. A gestora municipal de Saúde parece ter apoiado a Chapa Um. Funcionalismo daquela Unidade decidiu por votar na oposição. Vários servidores do Facilita fizeram questão de votar na Chapa Dois com o intuito de que o atual presidente do FUSSBE volte a trabalhar "de verdade" como fiscal que é, e não ficar no bem bom. Foi isso. Um recado dado para o governo fraco de Juvenal Rossi.” Pelo sim pelo não, sr. prefeito, os repasses patronal ao Fussbe estão em dia, não estão?... Oremos? Não carece...

 

14/02 – E terminou o carnaval... portanto, vamos que vamos! Ora ora, parece que o gestor de educação não teve mesmo saída na questão do ônibus escolar depois que o deputado Jr. Aprillanti interviu junto à delegacia de ensino para resolver essa deprimente e até autoritária negativa de transportar um aluno no ônibus escolar, só porque o aluno mudou de escola para estudar com o irmão na mesma escola. Aliás, sabe-se que o motorista vai permitir o embarque do aluno para evitar o que aconteceu em Franco da Rocha, que teve o mesmo problema, ou seja: evitar que o ônibus fosse depredado como aconteceu por lá, e com isso Várzea Paulista ficasse sem um ônibus escolar por intransigência e insensibilidade do gestor de educação. Claro, segundo uns e outros, o gestor de educação disse em reunião que se isenta de responsabilidade se acontecer alguma coisa com o aluno dentro do ônibus. E mais, a diretora da delegacia de ensino de Jundiaí, quando da intervenção do deputado Jr. Aprillanti, comentou que “o gestor de educação de Várzea Paulista é de difícil trato, truculento mesmo”. Agora falta resolver os problemas da CEMEB Lavínia... Pelo sim pelo não, como é isso de Rumo Certo com políticos do “Bem” praticando atitudes como essas na gestão da educação sr. prefeito? Ou “Rumo Certo”  e “do Bem” foram só “slogan” para vencer as eleições 2016? Oremos?

 

08/02 – Pois é, especulam, dentro e fora do governo municipal aqui em Várzea Paulista, que a “pauta” de reclamações em desfavor da gestão da educação municipal parece ser profícua mesmo, incluindo comentários de que foi necessário a intervenção do deputado Jr Aprillanti na questão do ônibus escolar para se chegar a uma solução. Comenta-se também que os pais reclamam da merenda escolar, que está pior do que antes mas, claro, isso só pode ser “invenção” desses pais que também reclamam da falta de uniformes (a prefeitura só forneceu uma vez em 2015, para usar em 2016) e da falta de material escolar. São esses, e outros pais, que contribuem com a APM, Associação dos Pais e Mestres, para garantir o funcionamento das CEMEBs, evitando assim o colapso operacional das escolas, principalmente no pedagógico. Entretanto, em algumas escolas, há queda nas contribuições na APM devido ao desemprego de parte dos pais e, com isso, as escolas recorrem a atividades extras para arrecadar fundos e, como sempre, contando com a participação da comunidade local. Ora, comentam também que a gestão educação municipal está amargando várias “tropeçadas” em supostos malfeitos desde a denúncia dos DVDs superfaturados no Ministério Público, e na Rejeição das Contas de 2013 (“aprovada” pelos vereadores), e de 2015 (ainda não votada pela câmara), com várias irregularidades e sintomas de improbidade administrativa. Pelo sim pelo não, uns e outros estão avaliando quando o “bicho” vai pegar, de verdade... Oremos? Não carece...

 

07/02 – Como dissemos aqui dia 02/02, entre os gestores municipais que estão morro abaixo na opinião pública, tem o que está acelerado na queda: o gestor de educação aqui de Várzea Paulista. Vai vendo... segundo uns e outros, um aluno de uma outra escola pediu transferência para estudar em outra junto com irmão que já estuda nesta mesma escola. Segundo uns e outros, os pais, para fazer a matricula, tiveram que optar entre fazer a matricula ou o transporte escolar gratuito. Claro, sentindo-se coagidos, os pais optaram pela matricula e com isso perdeu o direito ao transporte público. Os pais recorreram ao gestor de educação, que se mantém irredutivel em negar o transporte alegando que a delegacia de ensino de Jundiaí vai cortar o ônibus escolar. Bom, a delegacia de ensino diz que não existe nenhuma decisão sobre cortar ônibus escolar, que não tem nenhum orientação e/ou intenção a esse respeito, e que não é verdade uma coisa dessa, portanto está  se defendendo dizendo uma inverdade. Ora, um vídeo foi gravado por um dos pais para demonstrar essa situação (clique aqui ou na imagem acima para assistir), onde o motorista do ônibus escolar deixa embarcar um dos irmãos e impede o embarque do outro... Vergonhoso, decepcionante e deprimente sr. gestor da educação, pois se a regra é só transportar alunos em percurso acima de 2 km, como então leva um e deixa outro, lembrando que 2 km equivale entre 15 a 20 quarteirões? E mais, os pais reclamam também da aspereza e falta de tato durante a conversa com o gestor da educação, talvez até autoritário e com certa dose de intimidação. Pelo sim pelo não, sr. prefeito, que rumo é esse da gestão de educação municipal? Oremos? Como dar a Paz para esses pais?

 

06/02 – Então... desde ontem o atendimento aos munícipes no Facilita é das 08h30 às 16h30, o que significa que todos “ganham” tempo a mais para exercitar a paciência no atendimento com o sistema informatizado lento e travando. Bom, enquanto isso o governo municipal aqui de Várzea Paulista continua sem dar explicações do escândalo do cemitério municipal, sob a responsabilidade da gestão da infraestrutura, e, com isso, o governo soma-se à atual crise moral e política nacional que nada sabe e nada vê, ignorando os comentários de suposta corrupção desde que chegou ao conhecimento público em abril/2016. Claro, foi aberto uma sindicância conforme publicado no Diário Oficial do Município nº 207, página 6, dia 02/05/2017, mas nada se sabe do andamento, se é que est. Segundo uns e outros, o governo tenta se esquivar desse escândalo apostando que, ficando em silêncio, o “imbróglio” vai ser “esquecido”. Vai? E tem outra “sindicância”, a dos DVDs, onde um recente Whatsapp circulando nos bastidores do governo municipal diz o seguinte em alguns trechos: “E agora abriram uma porcaria de sindicância para apurar o caso dos DVDs comprados para a Educação. A pintadinha. [...] Bom, aí gente idiota vai dizer que a coisa dará em algo [...]. Uma ova! [...] a sindicância do Bolsa Família, foi simplesmente arquivada!”. Segundo uns e outros, essa sindicância sobre os DVDs, sendo feita pelo governo para apurar malfeito do próprio governo, é como meliante investigando a própria maracutaia... Pelo sim pelo não, segundo línguas afiadas, o governo parece usar sem pudor a estratégia de ficar em silencio, evitar “explicações” que não “colam”, emitir Nota de Esclarecimento ou fazer “sindicância interna” para arquivar como a do escândalo do Bolsa Família... mas, até quando? Oremos?

 

02/02 – Então... especula-se que as posições do “ranking” de gestão no governo municipal estão se modificando, com alguns gestores se movimentando mais para aparecer nos holofotes, enquanto outros se retraem no conceito da opinião pública, seja por inépcia ou por qualquer outro motivo desabonador ou demérito. Atualmente, segundo uns e outros nos bastidores, a gestora de Finanças parece estar sendo a que mais tem produzido resultados consistentes, mesmo com poucas moedas nos cofres da prefeitura, seguida pelo gestor do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Fazenda, apesar das dificuldades no atendimento aos munícipes por problemas no sistema informatizado no Facilita. Nos comentários sobre quem caiu no ranking de gestor municipal consta o de Educação, envolvido no processo da compra dos DVDs, e o de Planejamento e Inovação (?) que, desde que incorporou o Setor de Informática há mais de 01 ano, não consegue resolver a demora irritante no atendimento do Facilita, ou seja: o sistema informatizado é ridiculamente LENTO, ultrapassado e travando continuamente a ponto de praticamente provocar intolerância no munícipe que espera entre 3 e 4 horas para ser atendido, e quando chega a vez tem que exercitar a paciência na espera do “sistema” funcionar enquanto é atendido. Ora, funcionários comentam que os equipamentos precisam ser também atualizados. Será? Ou e só uma questão de software que funcione? Claro, para cobrar impostos atrasados o governo é “eficiente”, até de domingo entregam a cobrança mas, quando o munícipe vai no Facilita regularizar seus impostos é “obrigado” a passar pelo descaso de ter que esperar por até 4 horas para ser atendido, quando é atendido no dia, sem contar com os funcionários que nem sempre estão de bom humor. Pelo sim pelo não, sr. prefeito, isso vai ser resolvido ou não? Quando? Oremos, sim Oremos...

 

01/02 - Então... aqui em Várzea Paulista, o deputado estadual Jr Aprillanti está muito bem avaliado nos comentários dos bastidores e opinião pública no seu 1º ano de mandato, o que pode sinalizar como factível sua reeleição neste 2018. Embora possa ser visto com bons olhos a provável candidatura para prefeito do gestor do Desenvolvimento Econômico, Marco Bueno, parece que há um embate “discreto” com prováveis concorrentes em potencial dentro do governo municipal para as eleições 2020. Ainda no caso da disputa para prefeito de Várzea Paulista, também tem em paralelo a “luta” para almeja ser vice-prefeito, e já tem gente se movimentando e se oferecendo, incluindo alguns vereadores (principalmente). Claro, tem também vereador sonhando e aparentemente em se eleger prefeito em 2020. Pode-se pensar que ainda não é o momento, mas nota-se a mobilização para sucessão do prefeito correndo solto nos bastidores. O que pode ser prematuro, e não recomendado, é pensar em vice antes do ano eleitoral. Para as eleições 2018, certamente vai surgir vários candidatos para deputado estadual pelo AJU, Aglomerado Urbano de Jundiaí, e quem tem se mobilizado e notabilizado desde o inicio, e com mais chances de se eleger, tem sido Jr. Aprillanti que está se saindo bem neste sentido. Aliás, comentam em todos os bastidores que Jr Aprillanti é o deputado mais atuante, presente e reconhecido que o AJU já teve, e tem, e isso em apenas um ano de mandato... Pelo sim pelo não, os representantes da administração municipal, executivo e legislativo, precisam primeiro colocar os interesses municipais antes dos projetos pessoais, já que 2020 ainda está distante. Estão fazendo isso? Oremos caríssimos...

 

31/01 – Como é o assunto do momento, e que vai dar as diretrizes para as eleições 2018, registramos abaixo as 6 razões para Lula não ser preso, conforme constou no pedido de Habeas Corpus impetrado no Supremo Tribunal de Justiça pelo advogado de Lula, Cristiano Zanin:

1. Lula “respondeu à ação penal em liberdade, colaborando com a administração da Justiça e comparecendo em Juízo sempre que demandado”.

2. Lula “é primário e de bons antecedentes criminais”.

3. Lula “responde pelo cometimento de crimes não violentos”.

4. Lula “tem 72 anos de idade”.

5. Lula “é ex-presidente da República Federativa do Brasil, tendo exercido o posto de mandatário da nação por duas vezes”.

6. Lula “é pré-candidato à Presidência da República.

Pelo sim pelo não, como o pedido foi negado pelo STJ, qual será o próximo passo? Oremos?

 

30/01 – Bom... enquanto circula nos bastidores do governo municipal aqui de Várzea Paulista o “boato” de que a Sabesp cortou o fornecimento de água no “Facilita” dia 19/01, mas comentam que foi “religado” (gato?) pela prefeitura, a equipe de governo continua aguardando a conclusão do Gaeco, Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, que  desde que 01/12 está investigando provável envolvimento da gestão da saúde pública municipal com a Organização Social Vitali, na “Operação Ouro Verde” do Ministério Público de Campinas, por desvio de verbas. Ora, a licitação e escolha da OS Vitali para administrar a UPA, em regime de co-gestão com a prefeitura, foi feita pelo atual governo do PV e aliados em substituição à IBRASTEC (que mudou de nome para ICV, Instituto de Ciência da Vida) contratada pelo governo anterior do PT (vide o Opinião 615 do Blog de 07/07/2016). Foi com a OS Vitali que aconteceu o precedente da denúncia dos falsos médicos no hospital municipal, e ainda assim continuou como co-gestora da UPA. Bom, a chegada do Gaeco no governo municipal parece indicar inevitável sombra da corrupção sobre a aura de moralidade do governo municipal, que perde o pouco do brilho que tinha no argumento muito usado pelo atual governo: “não tem dinheiro”. O alvo tem sido o PT. Claro, a prefeitura divulgou nota afirmando que, “até o momento, não há acusação ou indício de irregularidade da administração municipal”. Pelo sim pelo não, o governo municipal está “tranquilo” quanto a isso sr. prefeito? Oremos?

29/01 – Então... Enquanto se desenrola as questões judiciais para Lula disputar a presidência, que será o grande teste para a Lei da Ficha Limpa, e se vai ou não ser preso, a cartilha do faz de conta aqui de Várzea Paulista continua sendo diligente e tranquilamente aplicada pelo governo municipal. Por exemplo: O sistema informatizado da prefeitura continua na versão “pangaré 0.1”, para desgosto e irritação incontida de quem precisa dos serviços municipais no “Facilita”. Um descaso para com a população que vem acontecendo desde a primavera do ano passado, 2017, que, mesmo no recesso de fim de ano, não conseguem resolver de jeito nenhum. O tempo de espera no atendimento varia entre 2 e 6 horas, tal a lentidão do “sistema” informatizado que, quando chega a vez, é testado amplamente o nível do equilíbrio emocional, paciência e perseverança do munícipe durante o atendimento. Ora, dizem as más línguas que se a emissão e entrega da cobrança de impostos dependesse da eficácia do sistema informatizado, certamente estaria funcionando 100%. Pelo sim pelo não, se fosse só isso que precisa ser atualizado na administração pública municipal, o munícipe poderia se dar por feliz? Oremos sr. prefeito? Até quando?

 

25/01 – Bom... mesmo com a decisão da 2ª Instância no TRF4 ontem em Porto Alegre, que confirmou e aumentou a sentença do ex-presidente Lula, essa questão toda permanece em discussão enquanto a disputa judicial vai continuar para definir se Lula vai ser preso e se vai disputar as eleições para presidente, ou não. Se antes já existia uma mal disfarçada ansiedade no cenário para a disputa presidencial, agora certamente deve ser inevitável um aparente desconforto no que vem pela frente. Ora, se nem tudo é o que parece, uma coisa pode ser entendida como certa: a justiça aparentemente já está envolvida do processo eleitoral 2018, tal qual foi aqui em Várzea Paulista em 2016 durante a campanha eleitoral. Aliás, o prefeito aqui da cidade foi reeleito respondendo processo, movido pelo Ministério Público, por uso de funcionário do Jurídico da prefeitura em horário de expediente para protocolar recurso de defesa no Cartório Eleitoral na fase final da campanha. Foi absolvido da acusação. Pelo sim pelo não, logo tudo volta ao “normal”... Oremos caríssimos, o eleitor é apenas um “detalhe” com direito a voto... mas, até quando? Até as eleições? Ou sempre, como sempre?

 

24/01 – Bom... hoje as atenções dos meios de comunicações estão voltadas ao Tribunal Regional Federal de Porto Alegre, TRF-4, para o julgamento do recurso dos advogados de Lula na 2ª instância na questão do triplex de Guarujá. A sessão será transmitida ao vivo pela internet no canal oficial do TRF-4 no Youtube, e retransmitida por vários meios de comunicação. A transmissão foi confirmada pela assessoria de imprensa do TRF-4), que cuida dos processos da Lava Jato na 2ª instância. A sessão começa as 08h30m e terá como única pauta a apelação no processo em que o petista foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão. Mesmo que a condenação seja confirmada, não há previsão de que Lula possa ser preso imediatamente. Ele ainda terá direito a recursos dentro do próprio TRF-4 e, dependendo da decisão dos juízes, poderá ou não concorrer às eleições 2018 para presidente, e é essa a principal questão tanto para os apoiadores quanto para os opositores. De certa forma, o rumo das eleições depende do resultado deste julgamento do TRF-4 hoje. Pelo sim pelo não, a ansiedade na espera do resultado pode inflamar os ânimos a partir de agentes provocadores, pessoas que se infiltram nas manifestações e que começam a praticar atos de depredação... Oremos!

 

23/01 – Inevitável... o assunto dominante nos noticiários, meios de comunicação e conversas de modo geral é o julgamento do ex-presidente Lula amanhã. Porto Alegre já está sendo “invadida” pela militância do PT de todo o Brasil e, como não poderia deixar de ser, daqui de Várzea Paulista também. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou ontem, 22/01, durante encontro com líderes de centrais sindicais em São Paulo, que estará em Porto Alegre nesta terça, 23/01, véspera de seu julgamento em segunda instância no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região). Ele participará de um ato às 17h, na Esquina Democrática, centro da cidade. O sentimento da população parece estar dividido, mas quem já votou e acredita em Lula está confiante: “Pode até ter roubado, mas foi o melhor presidente da história do Brasil, tirando Getúlio Vargas. (…) Se ele se candidatar, voto nele mesmo condenado”, afirma Antonio Martins de Lima, assistente odontológico de 46 anos em entrevista ao Bloomberg em Brasília. Pelo sim pelo não, as fichas estão sendo colocadas na mesa das apostas do resultado do julgamento, neste cassino corrupto em que se transformou a política de Brasília e Brasil, segundo uns e outros. Oremos, Sim, Oremos...

 

22/01  Voltamos das “férias”, e vamos que vamos! Neste inicio de 2018, o governo municipal aqui de Várzea Paulista, entre as “coisas” de sempre, “embarcou” decididamente na cobrança dos impostos e tributos municipais atrasados. Ora, apesar da arrecadação “extra” de cerca de R$ 4 milhões de reais com a Anistia Fiscal (Refis) em dezembro 2017, não foi suficiente para afastar a escassez (ou “rombo”?) nos cofres da prefeitura, e a tensão continua na Gestão de Finanças, ou seja: no Contas a Receber (impostos e repasses do estado e união) para resolver o Contas a Pagar (fornecedores, aluguéis, salários, etc, etc). Diante desse quadro crônico, o governo municipal resolveu “inovar” (especula-se se foi iniciativa da Gestão de Planejamento e Inovação) entrando na justiça para cobrar através da via judicial. Portanto, as muitas centenas, milhares certamente, de devedores já receberam e/ou estão recebendo a Carta de Citação do Fórum com prazo de 05 dias para pagar, ou estarão sujeitos à ação judicial com penhora de bens, etc.. Claro, a dívida pode ser parcelada na prefeitura, incluindo multa, juros e etc... Ora, será que DESTA VEZ vereador, gestor municipal e funcionário público também irão pagar os impostos que devem à prefeitura, ou são “exceção à parte”? A pergunta na opinião pública é: e quando não tiver nada mais para cobrar? Bom, se “antes” as Contas estavam complicadas por conta do governo anterior do PT, este atual governo municipal, aparentemente, aumentou a dív ida e ainda  faz empréstimo na Caixa Econômica Federal, para o próximo prefeito pagar? Bom, essa nova dívida tem a aprovação de 9 vereadores. Pelo sim pelo não, as finanças atuais nestes 5 anos de governo municipal do PV e aliados “ainda” é “culpa” do governo anterior do PT? Ou nunca foi? Oremos?

 

Pesquisar no site

BVP © 2012 Todos os direitos reservados.

VárzeaPaulista/SP